Pular para o conteúdo principal

Valuation

Valuation é a precificação de um ativo, uma empresa ou um negócio. Existem basicamente duas maneiras para isso:

  • Valuation relativo (comparativo), onde a parametrização é baseada em negócios/operações semelhantes a que se deseja realizar.
  • Valuation intrínseco, onde se projeta fluxos futuros e os traz para o presente considerando o custo médio ponderado de capital. Teoricamente esse método é o ideal, pois captura todas as possibilidades do negócio em análise.

Os dois métodos se complementam, já que o valuation intrínseco pode chegar a valores muito diferentes do valuation relativo, um servindo de contrapeso ao outro.

Quanto as empresas, estas valem o quanto são capazes de gerar caixa e valor no futuro. Há ainda – quando aplicável - o valor intangível, complementando a precificação propriamente dita.

Modalidades

Fluxo de caixa descontado

Nesta modalidade o valor da empresa é obtido através dos fluxos de caixa projetados para o futuro e descontados para o presente a uma taxa que represente o custo médio de capital.

É feita uma projeção de como a empresa se comportará ao longo de determinado período futuro. Quanto ela vai crescer? Quanto desse crescimento significa mais receita? Como ela estará financeiramente?

Ao responder essas e outras perguntas, seremos capazes de projetar o futuro e trazê-lo para o presente considerando a flutuação da moeda, a inflação etc. Ou seja, estimamos o montante financeiro que a empresa terá no futuro e avaliamos quanto isso vale hoje.

Um outro fator importante para utilizar a avaliação por fluxo de caixa descontado é o risco do negócio. Quanto mais arriscado, maior a taxa de desconto utilizada, afinal o investidor/comprador está arriscando e deve ter retorno maior no futuro.

Pensando assim, o valor total de uma empresa não se baseia apenas nos ativos do presente, nos bens e na credibilidade da marca. Se baseia também no potencial de geração de lucro que nossos analistas concluirão que ela terá nos próximos anos e nos riscos dessas estimativas se confirmarem ou não.

Avaliação por múltiplo de EBITDA

EBITDA significa Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization. Ou seja, o lucro antes de descontar os juros (o custo do dinheiro), os impostos (imposto de renda e contribuição social sobre o lucro líquido) e a depreciação e amortização de investimentos.

O EBITDA só considera itens que componham o fluxo de caixa, indicando a eficiência operacional da empresa. O EBITDA é o indicador financeiro que parametriza o resultado do caixa operacional da empresa.

Esse indicador é muito utilizado em operações de M&A (Fusões a Aquisições), quando empresas são compradas ou fundidas. Inclusive quando o negócio é entre empresas de países diferentes, visto que a tributação sobre renda varia em países distintos.

Nesta avaliação calcula-se o valor do EBITDA do último ano ou de uma média histórica e multiplica-se por um fator praticado no mesmo segmento da empresa em operações recentes no mercado.

Quando e como fazer?

Saber quanto seu negócio vale é uma informação imprescindível para qualquer empresa que queira buscar mais recursos para crescer. Seja por meio de uma abertura (IPO) ou fazendo uma operação de Fusão e Aquisição, fazer uma Valuation é essencial. Também se presta para acertos societários ou arbitragens.

A Smart Consultoria é especialista na prestação deste serviço e pode orientar a melhor abordagem. Solicite nosso contato, tome um café conosco e teremos prazer em ajudar.

 

 

Fernando da Smart
Olá!